01. His Princess - Alexa Riley

SUA PRINCESA por Alexa Riley Alena é uma princesa e com isso vem responsabilidades. Como se casar com - pdf za darmo

14 downloads 37799 Views 562KB Size

Story Transcript


SÉRIE A PRINCESA...

Nós pegamos amor por coroas e brilhos a um ponto sem retorno. Nosso melhor conselho é que não fique presa aos detalhes... apenas aproveite o romance exagerado! Cada livro é independente com um felizes para sempre.

SUA PRINCESA

por Alexa Riley

Alena é uma princesa e com isso vem responsabilidades. Como se casar com o homem das cavernas gigante rei Roman, que mais parece um guerreiro do que um governante. Tudo nele é intenso. Especialmente sua atitude e o olhar para ela. Mas ela está prometida a ele e não há nenhuma maneira de fugir. Roman deu uma olhada e se decidiu. Princesa Alena será dele e ninguém o impedirá de levá-la. Tudo sobre ela agora pertence a ele, e esperar uma semana para um casamento não vai acontecer. Esta besta de homem vai reivindicar sua princesa antes que ela tenha a chance de dizer "Sim".

AVISO: Oh, isso é bom. É tão, tão bom. Confie em nós.

Para contos de fadas... eles estão vivos e reais em seu coração. E talvez em suas partes de senhora.

1 ALENA



Isso é ele? - Tabby pergunta quando ela vem atrás de mim para ver melhor. Seu

longo cabelo escuro cai sobre o meu ombro... quando ela olha na tela do meu laptop. É como se ela nunca tivesse visto o homem em questão. Todo mundo sabe quem é o Rei Roman. Bem, se você é da realeza... você sabe. Agora, não há um da realeza vivo que não saiba quem ele é, porque ele decidiu tomar uma esposa. Uma mulher de sua escolha, e eu fui a escolhida. É o destino de alguém com a minha linhagem. Não posso escolher com quem vou me casar, então, quando minha família foi apresentada ao arranjo, decidiu-se por trás de portas fechadas, e os papéis foram assinados. Sou oficialmente a noiva prometida ao rei, e é isso. Olho para o meu futuro marido, e não há nenhuma dúvida de que Roman é um líder nato. Que irradia poder em ondas. Ainda posso sentir isso através da tela do meu laptop. Embora eu não tenha certeza se ele deveria estar sentado em um trono ou liderando um exército de homens para a batalha. A partir do olhar na cara dele, você pensaria que ele é um guerreiro. Ele não é nada além de linhas e ângulos ferozes. O homem tem bem mais de um metro e oitenta de altura. Em fotos ele mesmo ergue-se sobre alguns de sua própria segurança. Seu cabelo é escuro como a noite, longo até a nuca, mas faz pouco para esconder seus olhos, que são tão negros. Ele também não é magro. Ele é forte e largo como um jogador de rugby, e eu posso ver por que o público o apelidou de A Parede. Ele irradia força e poder, e minha mão está trêmula quando eu clico na imagem seguinte. ─Tabby. Eu não posso casar com ele -Declaro para minha irmã. Nem sei como fui escolhida e não ela. Tabby tem rebanhos de homens atrás dela. Sua beleza ilumina uma sala. Eu não pareço nada com minha família. De alguma forma acabei com um pouco mais de um metro e cinquenta e dois de altura com cabelos loiros, olhos azuis e pele translúcida. Minha irmã, por outro lado, como o resto

da minha família, tem quase um metro e oitenta de altura cabelos longos e negros, olhos verdes profundos e pele que parece beijada pelo sol diariamente. Eu estou fora de forma. Eu sinto como se eu não pertencesse a esta família, mas Tabby nunca me faria sentir assim. Ela envolve seus braços em volta de mim por trás, ambas ainda olhando para a tela. ─Eu tentei - diz ela, fazendo-me ofegar. Eu me viro e olho para ela. Tabby teme em se casar, provavelmente porque os meus pais têm falado sobre seu casamento desde que ela começou a andar. A pior parte é que, ela nem quer se casar com a realeza. Na verdade, ela despreza a ideia. Se fosse por ela, ela teria uma casinha com vinte crianças e um bruto como marido. Sim, um bruto. E depois de muitos livros de romance agora Tabby é apaixonada por homens das cavernas. ─Eu sabia que você não iria querer isso. Ela balança a cabeça. ─Desculpe-me, Al. ─Não acredito que você faria isso por mim. ─Você sabe que eu faria qualquer coisa por você. Eu sou sua irmã mais velha. É meu trabalho. Ela puxa um fio do meu cabelo. ─Eu estava esperando que talvez se ele concordasse em se casar comigo em vez disso, poderia te levar comigo. Mas para ser honesta, acho que nem perguntaram. Ela caminha até a minha cama e se joga nela. ─Ele quer você. ─Talvez. Talvez eu possa perguntar sobre levá-la comigo, eu digo. Se eu casar com este homem... e tiver que sair de casa, não seria tão ruim se eu tivesse Tabby comigo. Porque quando eu falo sobre casa, não digo a que meus pais fizeram pra nós. Quero dizer que Tabby é minha casa. O pensamento de nós estarmos separadas é uma coisa que eu não quero enfrentar. ─Sim. Eu sabia que não seria possível antes mesmo que as palavras deixassem minha boca. Tabby é o bilhete dourado dos meus pais. Ela teve tantas ofertas de casamento que já perdi a conta. Mas meus pais recusaram todas. Nunca eram ricos o bastante, nunca tinham status ou poder o suficiente. Tabby tem vinte e quatro e ainda está solteira. Isso não é normal. Estou

apenas casando pela idade. Eu pensei que eu tivesse mais tempo e até pensei que talvez eu nunca fosse me casar. Eu esperava que eu só poderia ir onde quer que Tabby fosse. Mas para meu choque — e de meus pais — eu fui escolhida. E por alguém com muito poder e dinheiro. Volto para o meu laptop, forçando-me a olhar para o meu futuro. Roman não só é intimidante, mas dita regras com um punho de ferro. Eu clico através de fotos dele e nenhuma vez encontro uma onde ele está sorrindo. Seu rosto é sempre reto e estoico, mesmo nas fotos dele menino com sua mãe e seu pai. Não sei quanto tempo eu ainda rolei pelas fotos quando Tabby me interrompe. ─Quem é essa? - indaga, e eu salto. Eu nem senti ela vir atrás de mim. ─Princesa Kaul, Eu disse, olhando para baixo, para a impressão sob a imagem. ─Parece que eles estão em um encontro quente. ─Ela é bonita, murmuro, sentindo uma pontada de ciúmes que meu marido —futuro marido, — estava com outra mulher nem sequer há um mês. ─Nah - minha irmã disse com desdém. ─Quem sabe se ela é muito bonita, uma vez limpa de toda essa merda da cara dela. Eu ri. ─Por que não ele só casou com ela? ─Talvez ele tirou toda essa maquiagem e fugiu para as montanhas. Talvez ela seja irritante. Talvez ela mastiga com a boca aberta. Quem sabe. ─Mas ele vai se casar comigo sem sequer me encontrar. E se eu fizer isso tudo? Eu posso fazer tudo isso. - Viro-me na minha cadeira. ─Me encher de maquiagem, encher minha boca com comida para que ele possa ver cada mordida. E ambos sabemos que minha risada é o pior. ─É muito ruim, concorda Tabby, sorrindo. Não é que soa engraçado, é apenas um bocado alto. Muito alto. Talvez um pouco contagiosa também, porque algumas vezes eu comecei a rir, então Tabby e eu começamos a rir de meu riso, e isso continuou por cinco minutos. Deixando meus pais muito irritados, que é um bônus. Olho para Tabby com um pensamento. ─Ele está vindo para o jantar.

Meus ombros caíram. Não sei por que ela está entusiasmada com isso. ─Talvez você pode fazer papel de idiota. Fazê-lo perceber que você não é quem que ele quer! - E eu posso ver que este plano já está em andamento.

2 ROMAN

─ Você tem certeza disso? Olho para ver meu guarda real superior e melhor amigo, Vlad, caminhando até mim. ─Você tem uma sugestão melhor? - Eu digo com os dentes cerrados. Já passei por isso com ele mil vezes, e eu não posso me fazer mais claro. ─Não. Mas eu te conheço melhor do que ninguém. E eu sei que você está preocupado. ─Vamos ver como fazer uma vez que você escolher uma noiva. - Eu olho para ele e depois passo para minha mesa, agarrando um conjunto de abotoaduras1. ─Ora, Roman, ambos sabemos que isso nunca vai acontecer. - Ele caminha até um lugar no meu escritório e se senta. ─Você que nunca me libertou de meu dever real. Eu rolo meus olhos e lhe mostro o dedo. ─Você está liberado. Saia. ─Ambos sabemos que você não quer isso,- ele ri, mas depois se inclina para frente, tornando-se sério. ─Você é meu irmão. Talvez não por nascimento ou por sangue. Mas fomos criados juntos desde que éramos crianças. Se levo uma mulher, será porque você me ordenou. Meu dever é com meu rei. ─ E assim seu rei diz para ser útil, - digo-lhe, estendendo uma abotoadura para ele me ajudar a colocá-la. ─Não tem funcionários para isso? - ele brinca, sabendo o quanto eu odeio ter pessoal real. Quando eu era mais jovem nunca me incomodou. Sempre havia pessoas ao redor para ajudar. Mas quando fiquei mais velho, eu vi que era o trabalho de nossa família cuidar deles como eles cuidam de nós. Quando meu pai faleceu e a realeza caiu sobre os meus ombros,

1

Acessórios de moda usados por homens e mulheres para prender os dois lados da bainha de uma camisa.

ele transformou-se em uma responsabilidade. Agora eu prefiro a minha privacidade, mesmo que haja alguém em cada esquina. ─Apenas faça e se cale. ─Sim, meu rei, - ele ri e coloca as abotoaduras. ─Ela é muito bonita. ─Cuidado com a língua, - rosno quando ele coloca a segunda, e eu dou um passo para trás. ─Tentando alegrar o ambiente. ─Quando meu humor foi leve? - Pergunto enquanto deslizo no meu paletó que estava sobre o espelho. ─Bom Ponto. Por um momento, permito-me pensar sobre minha noiva — cabelos loiro longos com ondas e seus lábios rosados rechonchudos. A sua pele delicada cremosa com uma pitada de rosa quando ela cora. Aqueles olhos azuis suaves que são a cor dos cobertores de bebê feito para nossos filhos. ─Pensando em meus netos? - uma voz suave diz que por trás de mim, e eu volto para ver a minha mãe. Como ela é capaz de ler a minha mente tão claramente é assustador e surpreendente. ─Não estou sempre? - Eu brinco com ela. Eu ando e lhe dou um beijo na bochecha e espero ela dizer oi para Vlad. ─Você está pronto para o jantar? Minha mãe mora longe do palácio, agora que eu sou rei e vou me casar. Ela visita, mas para a maior parte ela se mantém ocupada com seus cães e jardins. Quando meu pai faleceu há alguns anos atrás, ela disse que ela foi finalmente capaz de desfrutar de uma vida tranquila longe de responsabi...

Life Enjoy

When life gives you a hundred reasons to cry, show life that you have a thousand reasons to smile

Get in touch

Social

© Copyright 2016 - 2019 AZPDF.PL - All rights reserved.